O que é branding e qual sua relação com o marketing digital?

Tempo de leitura: 3 minutos

Branding é uma estratégia de gestão de uma marca e envolve um conjunto de ações para dar mais visibilidade e melhor posicionamento no mercado.

Também conhecido como brand management, o branding direciona ações para melhorar a percepção do consumidor em relação à empresa/marca.

O propósito do branding é criar conexões para que, no momento de escolher, o consumidor lembre da marca e que isso influencie positivamente em sua decisão de compra de um produto ou serviço.

Faça um teste: quando você pensa em comprar um refrigerante ou um chinelo, quais marcas surgem rápida e naturalmente? Essas que você pensou têm por trás um trabalho estratégico, feito de forma que, consciente ou inconscientemente, você lembre delas na hora de pensar em comprar.

Tem mais: se ao pensar em alguma marca e lembrar da logo, das cores, do jingle,  das fontes etc., e isso despertar sensações e lembranças, significa que todo o trabalho de branding para construir a personalidade dessa marca deu certo.

Interessante, não?

Mas e branding também trabalha marketing? Tem alguma relação com o marketing digital? São coisas parecidas? Bem, essa é nossa próxima abordagem.

Branding e marketing digital andam juntos?

Branding e marketing digital não são a mesma coisa, nem têm o mesmo propósito. No entanto, um pode complementar as estratégias do outro.

Veja como:

branding marketing digital
reinventa um negócio demonstra a reinvenção
avalia o mercado em que o negócio está fornece as ferramentas e estratégias para consolidar o negócio nesse mercado
trabalha para aproximar o negócio do cliente mostra ao cliente como a empresa/negócio está inserida em sua vida
modifica a imagem do negócio fortalece a marca por meio de campanhas

Principais pontos do branding

Primeiro, precisamos esclarecer que, assim como o consumidor deve criar uma conexão com a marca, o time da empresa deve acreditar nela. De nada adianta um trabalho feito para fora de dentro do negócio não existe a conexão.

Ou seja, por que você faz o que faz? O que torna seu produto único? É assim que o consumidor lembra de seu produto: é o mais barato, é o que dura mais, é o melhor da categoria etc.

Isso tudo faz parte dos três principais pontos do branding:

1. Definição do negócio:

Qual produto ou serviço você oferece? É preciso deixar isso claro, para que o consumidor consiga identificar sua categoria e facilitando que ele conecte sua marca sempre que precisar de algo nessa determinada categoria de produto ou serviço.

2. Posicionamento:

Como o cliente vê sua marca? Produtos mais baratos, ótima qualidade, melhor do mercado? É a forma como sua marca se consolida na percepção do consumidor. Lembrando que o trabalho do branding é para que o consumidor lembre positivamente, por isso é fundamental um trabalho bem estratégico.

3. Proposta de valor:

Como você quer que o consumidor perceba e se conecte à sua marca? Quais sentimentos que você quer que ele relacione? Pense em marcas que se posicionam projetando emoções, ideologias ou militâncias, por exemplo.

Quer ver uma? A marca Dove conta que faz produtos para valorizar a beleza natural e a diversidade das mulheres, independentemente de biotipo. Assim, ela se aproximou das baixinhas, das bem altas, das cheinhas, das magrinhas, sem exaltar um biotipo engessado, de corpo ideal, pele perfeita etc.

É assim que uma marca se conecta ao consumidor e desperta sentimentos ou emoções que o fazer lembrar dela sempre que precisam adquirir determinados produtos ou serviços.

Deu para entender um pouco sobre branding? Fique ligado em nosso blog e acompanhe as novidades!

Nos vemos no próximo post!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *